terça-feira, 3 de maio de 2011

ADOTADO!!! Bonny bonitão, um amigo fiel para adoção

.
.
.
.
.
.
Bonny: sou um filhotão de porte médio, com 1 ano e 9 meses de idade (em maio/2011). Estou castrado, vermifugado e vacinado. Prontinho para meu novo lar! Sou filho de uma cadelona resgatada na rua, prenhe de 11 pinpolhos. Meus irmãos já foram adotados. Eu também havia conseguido um lar, aos 3 meses de idade. No entanto, um dia fui defender a casa e por causa disso acabei assustando a criança do vizinho, que começou a fazer pressão para minha ex-"dona" se "livrar" de mim... Infelizmente ela optou em me devolver, por causa disso, porque fui fiel e defendi a casa. E mesmo com meu histórico de cão dócil, amigável e amável com os netos dela, hoje estou em um sítio orfanato aguardando por um novo lar. Espero que desta vez, seja adotado por alguém que me ame incondicionalmente, e que priorize ficar comigo, independente da opinião alheia. Sou um cão muito bom para guarda, mas preciso de carinho. Não gostaria de viver minha vida atirado sozinho em um pátio. Sonho com uma família que me dê atenção, cuidados e respeito afinal eu mereço! Se quiser me adotar, entra em contato com minha dinda, ela vai ficar muito feliz! Contato para adoção: Adriana, pelo fone (51) 8412-8832 e seu email é: adriana.lampert@gmail.com. Porto Alegre-RS.
Postar um comentário
Um recadinho: o Adote não doa os peludos e não participa de qualquer parte do processo de adoção, limitando-se apenas a anunciar cãezinhos de protetores que nos contatam, belezinha?
Saiba qual o tamanho de cada porte do cão (pequeno, médio e grande) clicando aqui!

Ops! Ainda não achou seu AUmigo? Veja aqui dezenas de sites de adoção do Brasil!

Esclarecimento

Este blog NÃO quer influenciar pessoas a selecionar e adotar determinadas raças e discriminar outras ou SRDs (sem raça definida). Ele é direcionado para aquelas pessoas que, por um motivo ou outro, já decidiram que querem um cão de raça, e então, a optarem pela ADOÇÃO de um puro ou mestiço e não pela compra.

Saiba mais em "Sobre a gente".